Encontros Vivos arrancam em Lamego

Os artistas João Pedro Fonseca, Violeta Moura e Hasan Daraghmeh já chegaram a Lamego onde vão desenvolver projetos de criação e exposição em diálogo com a comunidade.

O processo de criação (Encontros Vivos) inclui 12 residências artísticas, 3 por Município. Promove a mobilidade e intercâmbio entre artistas durienses, nacionais e internacionais, e especialistas de diferentes disciplinas para expandir o papel das artes e cultura em territórios de baixa densidade, onde a colaboração, negociação e empatia com as comunidades são centrais.

Em cada um dos 4 Municípios, ViViFiCAR inicia com a implementação dos Encontros Vivos — 3 residências de 6 semanas—, colocando em diálogo artistas e comunidades para o desenvolvimento de trabalhos inéditos sobre estes territórios de baixa densidade.

Cada município acolherá 3 artistas com práticas e identidades culturais distintas: um duriense, um norueguês e um nacional. Os artistas viverão em casas particulares, dos Embaixadores Locais, criando relações próximas e familiares com membros ativos e facilitando a imersão na comunidade e cultura local. Os 4 artistas durienses foram selecionados por open call.

Durante o processo, a colaboração e negociação são centrais, sendo reforçadas pela existência de uma rede de 3 especialistas no campo das artes visuais e 3 da área social, cultural e ambiental, e pelo Mediador Local. O diálogo entre artistas e especialistas inicia-se 2 meses antes da chegada ao território com 2 conversas online para discussão das propostas do trabalho a desenvolver. Durante as residências, existirão também 2 conversas para acompanhamento do processo de criação.